Ganhei de todo mundo na geneiedade.

terça-feira, 25 de março de 2014

Início do infinito.















O início do amor 

24 comentários:

  1. O inicio do amor é mais puro encantamento mesmo, acho até que dele depende a infinitude do mesmo. Linda sua reflexão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente contigo: nele se forma a infinitude. O início do amor é algo incomparavelmente belo. Grato a ti. Beijosssss

      Excluir
  2. Boa tarde Lucas.. para o amor não existe inicio, meio ou fim, ele simplesmente é o que é..
    uma vibração elevada no qual temos de nos conectar para sentir suas maravilhas.. abraços e um lindo dia
    até sempre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Penso que compreendi teu ponto. O amor é e nos inserimos nele. Meu ponto é que tal inserção é o início para nós. E, justamente porque nos inserimos no que é perene, não há o que ele cresça, há o que cresçamos em conhece-lo e em interagir nele. É um belo pensamento. Belo dia a ti. Abraçosssss

      Excluir
  3. Bacana essa reflexão! O amor é sublime e sabemos quando o é, agora quanto ao eterno só será se permitimos que o seja. Beijinhos, fique bem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vero. Só será quando a permissão partir dos corações, porque o amor não é invasivo, não é egoísta, não é superficial. Como tal perfeição pode ser tão acessível aos imperfeitos. Tu sabes como? Eu não o sei, mas sei que assim é. Sê feliz. Beijossssss

      Excluir
    2. Boa noite, Lucas! Acredito ser obra divina, pois trata-se de doar sempre. Será que respondi, mas vamos lá estou a aprender também, rs. Você sabe sim , espertinho.rs. Beijos !

      Excluir
    3. Decerto é divino, porque doar-se sempre é algo que o ser humano tem que aprender com alguém para além dos seus pares. Penso que respondeste muito bem! rs Alguma coisa sei, mas, quem alguma coisa sabe deve confessar-se ignorante, antes que a realidade o denuncie. Grazie mille! rsrs Beijosssssss pequena.

      Excluir
  4. Gostei, mas o "infinito" me assusta.
    Obrigada pelo carinho no meu blog!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O infinito me assusta menos que minha finitude. Contudo, é vero, tens razão, coisas grandes demais nos assustam. Assustou-me, deveras, o Vesúvio. Mas o fogo do amor não assusta tanto, porque é fogo que arde sem se ver, é ferida que dói e não se sente. Beijossssssss!

      Excluir
  5. Dizer que o amor é grande é pouco. Tentar medi-lo, pior ainda. Mas nada como amar sem motivo para amar. Amar por amar. Belo pensamento e bela imagem, rapaz.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esatto! Assino contigo. O amor é sempre indescrivibile. Amar é a última palavra. Amar é o silêncio. Amar é tudo. Falaste da imagem. Pensei no amor como num mar, eis a razão dela. Abbracciooooo

      Excluir
  6. Ahh... no inicio do amor, até os defeitos são ''perfeito''. Abençoados sejam os que conseguem fazer com que o mesmo permaneça com essa leveza bonita sempre. Pois na maior parte das vezes o encanto vai se perdendo com o tempo. O amor é lindo quando as pessoas estão dispostas a fazer com que ele seja!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vero, no início do amar, tudo é perdoável. Tens plena razão, abençoados sejam os que conseguem não atrapalhar o fluir desse sentimento leve, belo e duradouro. Como bem dissestes, a maior parte das pessoas deixa que interferências externas ou o próprio ego desconstruam o maior de todos os sentimentos. Penso que tudo na vida tem valoração, preço e recompensa. Quem dá valor, paga o preço que for para ter uma recompensa impagável. Beijossssssss

      Excluir
  7. Td è perfeito demais qdo começa rs..
    O desafio q fiz no blog foi escolher uma poesia e posta-la, convidar 5 outros blogs para participar, mas como quase ninguem aceita deixei aberto pra quem se interessar. Bjokas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vero, o início é um horizonte aberto, uma estrada que serpenteia por plantações rios e flores, e uma vontade imensa de caminhar juntos. No amor, a vantagem é que, se deixares, essa sensação é permanentemente renovada. A pergunta que não fiz a ti foi se os convidados deveriam deixar um poema em seus blogues ou em teu blogue. Deves saber que sou uma lástima com poesia, mas conheço excelentes trabalhos de grandes poetas. Bjokasssssss

      Excluir
  8. Nunca tinha parado para pensar nessa ótica. O amor é simplesmente belo sempre. Mesmo quando ainda tiver uma faísca da sua presença, ele continuará sendo belo. Conhecer o amor é algo divino. Senti-lo é um experiência indescritível. Quando ele nasce nos encanta com a sua plenitude, pois é um sentimento único. Talvez seja por isso esse encanto inicial. Porém, ele continuará sempre nos surpreendendo e mostrando a sua capacidade linda de existir. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Belo ter-te surpreendido com uma nova visão! Isso é sempre agradável. O amor é um rio vivo. Mesmo no período das poucas chuvas (no pouco cuidado que às vezes os amantes lhe dão) ele se mostra perene. Ele é mágico, é miraculoso. Se tu sentes sua plenitude, já não podes ficar sem senti-lo. Então, sentes falta daquele sentir. O início do amar é de se sair cantando na chuva, debaixo de um temporal. Beijosssssss

      Excluir
  9. Uaaauuu! Que lindo!
    Revelador! Ameiiii :)
    Beijos Lucas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quão belo é o teres achado lindo! Sinal de que, por pura casualidade das coisas da vida, achei um pouquinho antes de ti as palavras com que te identificaste tanto e com as quais certamente terias criado um incomparável poema. Tu as tens achado agora, aqui. Então, és livre para dar-lhes aquele toque de varinha de condão. Quem sabe? rs O amor é a revelação do melhor que somos, a posse do melhor que temos, a dádiva do melhor que jamais sonhamos. Beijosssssss pequena

      Excluir
  10. Penso como é infinito esse inicio já que o amor é tão imenso :)
    Como é bom vir aqui e ler seus posts e ver também o carinho de cada resposta sua...como isso é importante pra gente que comenta,parabéns, isso mostra a pessoa bacana que você é!

    Grande abraço e ótima semana pra ti :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se numa noite, em alguma região elevada e numa estação de estio, saíres ao campo para contemplares o céu, terás uma breve visão do que é infinito. Maior que aquele céu se mostrar a ti, o amor é, desde o primeiro instante. Receber-vos com o melhor que possa é o mínimo com que posso demonstrar a honra e o prazer que me concedeis. Muito grato pelas tuas palavras. Ótima semana a ti. Abraçosssssssss

      Excluir
  11. E como pouco conhecemos. Pura verdade Lucas. Obrigada pelo carinho no meu blog. Voltei sim e pra ficar. rs
    Bjs, boa noite.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Felizmente, conhecermos não é a primeira solicitação que o amor nos faz. O que ele pede de ti, antes de tudo, é que simplesmente o sintas. Depois que o tiveres sentido, poderás começar a conhece-lo e compreendê-lo. Belo, teres voltado. Fica. Boas noites a ti. Beijosssssss

      Excluir

A princípio, responderei a seu comentário, pois considero isso uma parte muito agradável da postagem.