Ganhei de todo mundo na geneiedade.

quarta-feira, 5 de março de 2014

Saudade.












Quando vires a saudade, não fujas dela, mas vai corajosamente em sua direção; não a rejeites, mas retém-na, calorosamente, em teus olhos, em teus braços, em teu coração; e não a deixes partir sem te ter dito absolutamente tudo o que veio te dizer, cada palavra, cada pensamento e cada emoção!
Lcc

14 comentários:


  1. COMO ?

    Como esquecer-te,
    se no descortinar de minhas noites,
    me sorris em meio as estrelas ?

    Se quando toco o mar, com meus olhos,
    ouço no sussurrar dos rochedos,
    tua voz ?

    Como esquecer-te,
    se ainda há um jardim em minh'alma,
    e nele, uma rosa que me lembra teus lábios ?

    Se a solidão me fez poeta,
    e minha poesia,
    saudade ?

    Me digas ...
    Como ?

    Bruno de Paula
    Fica a saudade de tudo aquilo que foi bom...Ela é necessária. Um dia bom para você. beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um belíssimo poema. Vai de encontro à postagem: como esquecer? como não sentir saudades? Tu a vês necessária. Vejo-a consequência inevitável. Então, por que não abrir a porta e recebe-la sem medo? A dor perde a força e fica somente a memória. Belos dias a ti. Beijinhosssss

      Excluir
    2. Sim. Já passou a fase da dor. Aquela dor do ente querido q se foi, do amor q se foi, ficou o como esquecer? rs. Mas nem quero...rs. Beijinhos

      Excluir
    3. Nem queremos, nem devemos, nem podemos. rs Um compositor disse:
      'Já choramos muito,
      muitos se perderam no caminho,
      mesmo assim não custa inventar
      uma nova canção
      que venha nos trazer
      sol de primavera..."
      Feliz primavera a ti. Beijinhossssss

      Excluir
  2. Corajosamente em sua direção....isso..é isso que me falta!
    Lucas seus escritos são preciosos :)

    Grande Beijo e Ótimo mês de Março *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se é o que reconhecidamente te falta, já podes vencer-te, numa decisão corajosa. Vence-te. Na saudade não há dor senão a que lhe atribuímos. Saudade é consequência de tudo. Então, só há duas saídas: seguir em frente e deixar mais saudades, ou entregar-se às saudades antigas, e não construir nenhumas outras. Grandes beijosssssss

      Excluir
    2. Muito obrigada Lucas :) Tens toda razão!

      Excluir
  3. Tenha um ótimo dia.
    Acredito que ninguém foge da sdd, ela nunca foi educada chega sem avisar rs...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A ti também.
      Não há que tentar fugir, se todos sabem que a fuga é impossível. Concordo em que ela é deseducada, por certo. rs... Mas qual de nós não alimenta tal deseducação?

      Excluir
  4. Não tem como fugir da saudade, por mais que a gente queira ela sempre arruma um jeito de se fazer presente! Saudade é aquela sensação que nos mostra que certas coisas e pessoas valeram a pena terem passado pela gente!

    Beijos!
    Ótima Sexta Feira!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não há mesmo como fugir-lhe, tens razão. Por isto mesmo, desistamos da fuga! Certas coisas e pessoas valeram demais. O sorriso ou a lágrima da saudade é a forma de lhes dizermos: 'obrigado'! Beijosssss Ótimo final de semana a ti! Muro Alto continua impressionante! Mágico.

      Excluir
  5. Por mais que se tente fugir, penso que somos todos vítimas de saudades. É bom sentir saudade. Melhor ainda se existisse máquina do tempo, eu penso. Ó timo escrito e reflexão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Disseste três coisas. Parece que a posição sobre 'saudade' te divide. Seremos 'vítimas'? Mas, depois, dizes 'é bom'. E completas 'melhor, se houvesse máquina do tempo'. Vero, a saudade nos divide em opiniões mesmo. Mais: divide-nos em sentimentos. Eu aprendi que recebê-la a desnuda, e que, desnuda, ela apenas cumpre seu papel de lembrar. Abraçossssss

      Excluir

A princípio, responderei a seu comentário, pois considero isso uma parte muito agradável da postagem.