Ganhei de todo mundo na geneiedade.

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Se um dia eu te tivesse...















Num de meus sonhos, 

22 comentários:

  1. Seria esse, um amor impossível? Ou um amor que mora apenas no imaginário? Seja qual for, intenso!

    Adorei!
    Beijooo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Interessantes perguntas fizeste. Porque o que é por princípio impossível há de tentar habitar ao menos o imaginário, e é somente por não lhe permitirmos e após severa insistência, que de imaginário se transporte para platônico adormecido e por ali fique até algum quando. Pois é. Intenso. Como todos os arroubos são. Contudo, é um vendaval que constrói. Se podes entender o que seja. Beijosssssss

      Excluir
  2. Muito, muito obrigada pelos teus comentários! É com todo o gosto que leio o carinho das tuas palavras, que desenham um sorriso no meu rosto. Fico muito comovida, pois é importante para mim quando alguém reconhece que escrevo com o coração.
    Aproveito para dizer que gosto muito deste blog. Os posts resumidos transbordam uma imensa sensibilidade pela vida. Este texto em particular podia ter sido escrito por mim; não pela qualidade, mas pelo sentimento genuíno que passa para quem lê.
    Gosto muito. A tua escrita é, também, bela. Um beijinho *

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, tens razão, é muito importante o facto de alguém nos ler demoradamente, atenciosamente, comovidamente. Isso cala, dentro de nós, em profundo gosto que aflui num doce sorriso enquanto o lemos. Se este sentir te causei, bem imaginas como me fazes feliz. E é o que fazes.
      É bem por esta razão que intento resumir o que escrevo, porque, havendo pouco tempo na vida que vivemos, as pessoas terão menor gasto dele para ler-me melhor. Sei bem que este texto poderia ser escrito por ti, e encontrarias melhor suavidade em expressá-lo. E isto me diz que deveras pode ter sido belo como em meu coração se sugeriu – pois temo sempre que o belo da inspiração eu não consiga transformar em belo da leitura! Então, decerto também me comoveste. Admiro-te. Beijinhossssssss

      Excluir
  3. Bom dia Lucas.. nós temos uma tendência em exagerar nos nossos quereres mas são eles que nos motivam e nos levam a frente.. nada é impossível quando o pensamento cria.. abraços meu amigo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é vero, amigo! Nós o fazemos, exageramos! Bem quiséramos dar a lua para enfeitar o quintal da amada. Eu o tentaria, confesso – o amor inspira. Novamente tens razão, quando dizes que tais quereres nos levam adiante, e que o pensamento cria muitas coisas e torna muitas coisas possíveis, conquanto muitas e muitas vezes não factíveis. Mas o pensamento e a felicidade nos mandam tentar. Abraçossss, poeta

      Excluir
  4. Ulala! Q bela declaração!! Tenho um amor assim platônico, como sua resposta a Joana...rs. Virou assim por descuido meu, no inicio era uma paixão incontrolável e não media distância e outros..penso q só não teria coragem a crueldade, posto q ele é meu Apolo. Agora já com mais brandura, carinho e respeito. ( aprendi) rs. Desejo q ele seja feliz, assim mantenho-me tranquila.
    Q seu dia seja repleto de coisinhas boas! beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, tens um amor platônico por teu Apolo? E chegaste a ele de uma paixão incontrolável! Que extremos! rs Se era possível a ti dizê-lo, se ele não fora comprometido, devias, no meio destes extremos, ter-te declarado. Só receberias um sim ou um não. Um sim seria o bem supremo, o não seria uma aceitação de que a realidade não se fez como teu sonho – mas tentaste! Desejar a felicidade é uma forma de amar. Excessivamente altruísta, mas é. Quanto ao meu dia, é o dia mais cheio da terra, eu penso! É sempre totalmente repleto de coisinhas e coisonas..Que prevaleçam as boas, correto?! rs Beijinhosssss

      Excluir
    2. Sim, eu o conheci e fiz loucuras afastando-o. rs. Depois disso é que passou a ser platônico, entende? Loucuras meu caro...loucuras.

      Excluir
    3. Esta não é a melhor definição de 'platônico', e sim a de 'aquietado'; mas agora entendo o que aconteceu. Bom que te aquietaste.

      Excluir
  5. Que lindo!!!
    Cada sonho sonhado é uma felicidade revelada.
    Tenha um lindo dia =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Decerto. Sonhos são felicidades transportadas do coração para amente, ou reveladas. Se alguém sonha dar o impossível, acordará disposto a dar todo o possível. Lindos dias a ti. =)

      Excluir
  6. Não é necessário mais nada para contemplar a profundeza das relações. Eu acredito e você?

    dentrodabolh.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Penso como tu: Nada mais é necessário. Tudo se encerra ao que somos, mesmo o que temos. Não apenas acredito como vivenciar é meu propósito de vida. É belo que também o creias. Abraçossssssss

      Excluir
  7. Por que pra conquistar de verdade não precisa muito, precisa apenas que seja sincero. Coisas simples fazem toda diferença, são mais verdadeiras e traduzem melhor o que a gente sente!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Disseste palavras mágicas. Todas elas. Para conquistar de verdade, precisa-se apenas de sinceridade. Concordo e aplaudo. Nada menor que ser quem não se é. Nada menos cativante que uma sofisticação fria e polida, de onde os sentimentos se ausentam. Apenas o tudo que sou e que tenho. Apenas isso é necessário. Foram muito belas, as tuas palavras. Beijossssssss

      Excluir
  8. É incrível como o termo "tão somente" que você usou para definir sua entrega, pode se tornar tudo que temos a oferecer a alguem, e isto é lindo!
    porque quando nos entregamos simplemente naquilo que somos podemos experimentar o arrebatamento do amor em nós, assim se pode oferecer o amor além do amor, nós além de nós, e isto incluir sermos melhores para o outro, dedicados e prestativos em máxima, sem por vezes pedir nada em troca, dar-se tão somente é para poucos, o que é para mim um admirável ato, me causando grande emoção.
    Devo lhe dizer tão somente que você foi muito feliz ao escrever estas palavras, que belo!! que genuíno!! Obrigada, amigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É exatamente isto! Penso como tu, que a beleza está no ‘tão somente’ ser ‘tudo’! É alguém dizer a outrem: ‘sou tão somente o que é inteiramente teu’. Ou ‘sou inteiramente o que é tão somente teu’... E mais quatro variações disto. Teu coração poético descreveu uma entrega belíssima: o amor além do amor, nós além de nós, sermos melhores para o outro! Isso é de uma beleza incomparável. Então, penso que fiz um prédio cru e o pintaste de tantas cores e lhe deste tantos adornos! Devo também eu dizer-te que foste bela em teu comentário, conquanto tão somente beleza não expresse tudo que foste. És uma amiga querida. Beijossssssss

      Excluir
  9. Tão somente tudo o que tu és será o suficiente e, acima de tudo, será uma entrega verdadeira. Aliás, se for "além" do que tu és será tão somente uma entrega exagerada. Se for "aquém" do que tu és será tão somente um ínfima demonstração do querer. Quando se fala em uma entrega como essa, tudo que se espera é tão somente o que tu podes ser. Adorei a postagem. Beijinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Penso que tu arremataste a questão de um modo extremamente belo e verdadeiro! Não além nem aquém, mas tão somente o que és. Pode parecer fácil que assim nos portemos. Engano. Ser exatamente o que somos é extremamente difícil. Entram em ação o que pensamos, o que queremos ser ou parecer, o que somos induzidos... Mas a entrega é tão somente esta: o que somos, que trará, em consequência, o que temos. Um precioso arremate. Poético. Belo! Beijinhossssssss

      Excluir
  10. Ownnn, que lindo!! E tem coisa mais valiosa do que se sentir tão amada assim por alguém?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Creio que a única coisa do mesmo tamanho de ser amada com a totalidade do ser e do ter de alguém é amar na mesma proporção! E acontecendo isso, não haverá casal mais feliz no mundo. Não é, também, tão somente isto, tudo o que um homem deseja? Sim. Tão somente isto. Beijossssssss

      Excluir

A princípio, responderei a seu comentário, pois considero isso uma parte muito agradável da postagem.