Ganhei de todo mundo na geneiedade.

sábado, 24 de janeiro de 2015

Palavras.















No primeiro instante, tu calaste meu coração! Emudeci como nunca! Depois, veio ocorrendo o efeito inverso, e tu o tens enchido dos mais belos pensamentos e palavras que eu consigo imaginar!
Lcc

28 comentários:

  1. E isso é muito bom, que haja mais e mais espaço nesse coração feliz :)
    Lucas que música linda é essa? Amei, rsrs eu como boa curiosa já procurei aqui para ouvir hehehe!

    Beijão ~*~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deveras! Meu coração é feliz, e penso que espaçoso também! rs Conquanto a frase seja o que eu gostaria de dizer e não o que eu disse a alguém, decerto ela encerra o que uma pessoa feliz sente! :) Essa música é antiga, eu a ouvi entre tantas outras na casa de meus tios, que são amantes de músicas, e gostei demasiado da melodia e da letra: ‘I can see the love light shinin' - Like a rainbow in your eyes. - Listen to your heartbeat. - Ain't nobody here with us! – Oh, listen!... nobody, nobody... (Eu posso ver a luz do amor brilhando – como arco-íris nos teus olhos. – Ouve o pulsar de teu coração: – não há ninguém aqui conosco! – Ouve!... Ninguém, ninguém... )’ É muito bela. Não devias, nunca, sumir! rs Beijosssssss

      Excluir
  2. Nada como ser emudecido desta forma.

    Por vezes as palavras são excessivas outras não chegam

    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É vero! Olhar em silêncio, para alguém, para uma foto de alguém, para uma carta de alguém, para um poema de alguém, para uma frase que alguém escreveu, imaginar como seria o sorriso de alguém se surpreendida, enfim, não há nada como esse silêncio tão povoado de sons da imaginação! Eu muitas vezes peco por demasiadas palavras; muitas vezes, demasiadas palavras pecam por não conseguirem dizer o que era a pretensão. Mas, o silêncio, ele diz tudo, enquanto as palavras exatas não chegam! Beijosssssssss

      Excluir
  3. Nada preenche mais o coração do humano do que amar e ser amado... Bom fim de semana e fica c/ Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amar é chegar ao topo da maior montanha-russa do mundo, e ver o carrinho embicar para descer! Ser amado é da metade da descida para baixo! rs Um fim de semana perfeito para ti, cheio dos mais belos momentos! Abraçossssssss

      Excluir
    2. Querido Lucas, obrigada pela constante presença! Tens razão nas tuas palavras sobre o amor! Enquanto não chega, não podemos deixar de acreditar na montanha-russa... nem perder a coragem de percorrê-la. Sobre os contos, quem me dera conseguir escrever... Quem sabe? :) Um grande abraço e até breve!

      Excluir
    3. Sobre o amor, concordamos plenamente. Não acreditar corresponde a adia-lo ou até mesmo impedi-lo de acontecer na nossa vida. Sobre os contos, penso que algumas postagens tuas são trechos de contos! Eu juraria que as situações claras de contos completos estão contidas naquela breve postagem que colocas. Quem sabe, um dia não te expandes? Aposto nisto! E eu me proporia a escrever algum contigo, mas nunca tentei, então, olhando com otimismo, devo ser péssimo! rsrs Penso que agora acabei de ter uma excelente ideia sobre isso! Vou meditar nela! Um grande abraço! Até breve!

      Excluir
  4. Eu chamaria isso de Felicidade! :)

    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também chamaria, se chamasse! Também chamarei, quando chamar! Porque isso, deveras, é a felicidade! Silêncio e palavras é, decerto, a felicidade! rs Beijossssssssss

      Excluir
  5. E num instante tudo muda. O melhor das palavras ; O melhor de nós. Passar a ser constante
    Vir ao teu blogue me faz muito bem.
    Um abraço Lucas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ‘Num instante... o melhor de nós!’ Eis a ideia! Exatamente isto. Inesperadamente. Num surto, numa reação em cadeia, numa correnteza, numa força maior que qualquer prévia resistência! Amar é descer na correnteza do rio do amor, e não cria-la! Ele está lá, mergulhamos nele, não o inventamos. Belo, isto, moça! Muito belo! E digo que vires faz tão bem a ti quanto a mim. Tua visão me amplia o pensamento e completa a inspiração. Abraçosssssssssss

      Excluir
  6. Que lindo quando isso acontece,Lucas! Adorei teu comentário por lá!abraços praianos,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é extremamente belo! Gostei deveras do texto. Gosto muito dos teus textos! Abraçosssssssss interioranos

      Excluir
  7. É o amorrrrrrr... rs...
    To de volta Lucas, estava com sdd de postar e visitar os blogs.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  8. Que belo e que romântico esse pensamento... E por que será que em nós ocorre esse efeito tão sublime de estar ali, nas palavras, por alguém, enquanto alguém nos invade do jeito mais bonito? Será que "amor romântico" responde à pergunta? Bom, só sei que isso é bom e faz tão bem... Lindo escrito, com pensamentos de poeta. Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O efeito que ocorre em nós talvez fosse justificável quando houvesse alguma palavra de retorno, uma esperança, um je-ne-sais-quoi! Mas sermos 'invadidos' sem esse retorno, sem que a pessoa sequer saiba que 'ela é ela', é uma das coisas mais extraordinárias da vida! Senza parole! Não sei se é amor romântico. rs Amor romântico penso que deveria sequestrar a mente de um(a) romântico(a). Não penso que fosse o caso. rs Contudo, deveras, tens razão, amar faz bem, é belo. Quem dera eu fosse, de fato, poeta. Conquanto não o seja, agradeço-te muitíssimo o elogio! Beijosssssssss

      Excluir
  9. Bom dia Lucas! Gostei da sua resposta anterior, eu não saberia agir assim, mais uma que aprendo. Sempre invado tudo ( amor romântico) rs. Isso que vc falou é uma dádiva ou apenas um presente ( por q t fizeram feliz, então?). De qualquer forma, pensamento (belo), muito (belo)...rs. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei se compreendeste bem. Uma coisa é ser 'invadido' por um sentimento, uma identificação imediata. Mesmo não sendo romântico - e penso que eu, por exemplo, não sou - uma identificação imediata, um sorriso meigo, um gesto amoroso acabam calando tudo dentro de nós. Outra coisa é 'invadir tudo', ou seja, 'atirar-se a um sentimento', que parece ser o modo de agir com que você se define. Meu texto fala de uma pessoa, ou de pessoas que, por identificação imediata, inexplicável, pelo sorriso, pelo modo de se expressar, por alguma coisa, destrói qualquer barreira, mesmo na pessoa que pretende definitivamente não se envolver em dado momento da vida. rsrs Beijossssssssss

      Excluir
  10. Que lindo!!! Sentir-se assim é encontrar alegria e inspiração!
    Mil beijos Lucas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato! Encontrar, mergulhar, envolver-se... Qual seja o verbo que descreva esse sentir, será belo! Mil beijosssssssssss

      Excluir
  11. Nada melhor do que amar e ter o nosso amor correspondido! Felicidades :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É vero! 'Correspondência' é a carta de um coração para outro coração. É o mais perfeito sentido de 'correspondência'! Felicidades a ti! Beijosssssssss

      Excluir
  12. Tão bom encontrar um amor que nos traz paz...
    É um sonho lindo... nada como ter uma amor tranquilo!

    Beijos!
    Gostei muito daqui!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O amor, penso eu, é o transbordamento de tudo que é virtude num coração que se esvaziou de si para receber o que o amor lhe trouxer. tens razão, a paz que isso traz é imensurável. Gratíssimo a ti. Beijosssssssss

      Excluir
  13. Meus parabéns. Minha primeira visita e já me encantei pelas palavras, palavras que se tornam mais belas quando são externadas por meio dos mais doces gestos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gratíssimo a ti pelas palavras! O encantamento está metade nas mãos de quem faz, metade nos sentidos de quem recebe. Os sons das palavras só fazem sentido no coração que as reconhecem como sons do coração. Sempre bem vinda! Beijosssssssss

      Excluir

A princípio, responderei a seu comentário, pois considero isso uma parte muito agradável da postagem.