Ganhei de todo mundo na geneiedade.

sábado, 28 de março de 2015

Ensinamentos.













A Lógica nos ensina que, se entendermos uma coisa, é possível que venhamos a aceita-la um dia. A Vida nos ensina que haverá muitas coisas que precisaremos aceitar, ainda que jamais cheguemos a entender!...
Lcc

22 comentários:

  1. Tantas vezes não vemos lógica, não conseguimos entender! abraços, tudo de bom,estavas sumido ou eu não te vi?rs chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vero! Muitas vezes não vemos lógica e, portanto, conseguimos entender. É claro que precisamos buscar tal compreensão, pois isso é inerente à nossa racionalidade. Contudo, decerto a vida também precisa prosseguir. Eu estava e ‘estou’ sumido, pois 24 horas não me cabem. É a fase. Extremamente cansado. Mas, extremamente feliz! Abraçossssssssss

      Excluir
  2. Ôh, Lucas!

    Aceitar sem entender, no fim de tudo não é realmente esse o aprendizado necessário??!

    Oportuna e bonita reflexão, moço!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Penso que é complexo. Por partes: 1. O primeiro aprendizado necessário é entender, ainda que algo seja diferente do que gostaríamos; entender as coisas como elas são, entender o mal no mundo, entender que se ganha e se perde, isto é uma grande virtude. 2. A segunda virtude é aceitar o que entendemos e não podemos mudar, conviver com isso – é a virtude da renúncia, a virtude da paciência, a virtude do crescimento dentro da limitação. 3. Mas a vida nos apresenta, muitas vezes, algo que não é possível entender, algo que é fora de qualquer propósito racional, por mais que procuremos, de todas as formas, encontra-lo. 4. Então, é preciso encontrar um propósito mais elevado que a racionalidade, mais elevado que a Lógica. 5. É nesse nível em que encontramos coisas como fé, superação, propósitos universais, modelos para a vida, etc. 6. Não digo que aceitar sem entender é o aprendizado necessário – mas digo que é a superação das raras pessoas que conseguem reverter o irreversível, superar o insuperável, transformar em bem e em bênção o que era mal e destruição. Beijosssssssssss

      Excluir
  3. E assim é a vida sempre foge do nosso entendimento!!

    beijos :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudades de ti! Muitas! Bem, eu não diria que ‘sempre’; diria que ‘não raro’, ela foge. É por causa da complexidade de oito bilhões de interesses num lugar relativamente pequeno como a Terra, e sob condições extremamente diversas do ponto de vista biológico, físico, geográfico, climático, social, etc, etc, etc.
      E.g. Se José casa com Joana, Tereza, que o amava, será infeliz ‘para sempre’ não é? A não ser que Tereza ENTENDA que José gostou de Joana. Simples. Mas, às vezes, José desiste de Tereza não por causa da Joana, mas porque é um galinha que só quer namorar para sempre. Tereza se esforçará por entender, será difícil, mas ela ainda conseguirá. Mas... E se José for um poeta extraordinário, e estiver numa calçada, tão jovem ainda, sorrindo e lendo uma carta com o primeiro poema que Tereza lhe escreveu, e um carro dirigido por um bêbado subir na calçada, atropela-lo e mata-lo, de uma forma miseravelmente gratuita?! Tereza ainda escreverá poemas? Ou entenderá que a vida é a vida? Ou se tornará uma filósofa extraordinária da vida, à custa do maior de todos os amores?
      É isso. A vida às vezes foge da Tereza, no José... rs Beijosssssssss

      Excluir
  4. Existe mesmo muita coisa que foge do nosso entendimento. Talvez uma busca de entender coisas incompreensíveis seja tão incessante que possa nos enlouquecer. Mas a vida tem disso mesmo. Coisas que nós, simples mortais, não venhamos a entender, nem que seja um dia...
    Estás mesmo sumido!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, persistir em tentar compreender o incompreensível é loucura – ou conduz a ela. Melhor é olhar para tudo por partes, não tentar fechar o quadro inteiro, mas olhar alguns de seus melhores ângulos, e deixar que isso nos atenda às expectativas. Um pássaro numa gaiola é incompreensível. É loucura! O ser humano é louco, às vezes! Jamais conseguirei entender isso. Mas quando os ouço nas árvores, conforto-me de que muitos ainda sejam livres.
      Estou sumido, é vero, disseste-o com razão. Muito trabalho. Demasiado. Algum dia melhora. Saudades dos blogues. Beijossssssssss

      Excluir
  5. É realmente bem contraditório os fatos dessa vida, mas para não perder tempo tentando decifrar os tais enigmas, vamos viver!

    ótima semana
    beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deveras, alguns fatos são bem contraditórios! Como respondi acima, há muitas partes a analisar. Decerto que passar pela vida sem entender ou procurar entender todos os fatores que nos marcam profundamente, ou que são essenciais ao ser humano, não seria propriamente viver. É nas profundidades que a vida melhor se manifesta. Contudo, tens razão, penso eu, em que algumas vezes precisemos seguir, quando percebamos que decifrar está para além do que alcançamos. Ótima semana a ti. Beijosssssssssssss

      Excluir
  6. aceitar depois de entender nem sempre é fácil.
    aceitar sem entender é sempre doloroso.
    mas a vida tem dessas coisas, né?
    nossos ombros jamais carregarão fardos que não possamos suportar.
    beijo, Lucas.

    (tem perfil no Facebook? me adiciona!)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vero! A vida tem dessas coisas. Entender nem sempre alivia, mas não entender dói demasiado! Mas, tens absoluta razão, nossos ombros têm uma força inexplicável, seja um reforço de esperança, seja de resignação, seja o sonho de um novo projeto... Mas, suportamos! Saudades. Muitas saudades. Sumiste. Beijosssssssssss
      Nota: vi teu face. Está curtinho, não? Mas é muito belo! Tens um leitor assíduo, acredites. O meu está deveras indefinido ainda.

      Excluir
  7. Dói por vezes aceitar e aceitar sem ter nenhum pedacinho de entendimento, mas o entender muitas vezes também pode doer ainda mais, temos realmente uma força muito grande para continuar.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vero. Ambas as coisas doem. E somente a força e a vontade tão grande de continuar dão o bálsamo que ameniza os sentimentos das coisas que, entendidas ou não, precisaram ficar para traz no caminho. Abraçosssssssss

      Excluir
  8. Concordo plenamente, meu amigo! Estou fazendo exatamente isso: aprendendo e colocando em prática. Se é fácil? Não! Porém, foi e continua sendo preciso. Beijo enorme.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ps. Vc tem face, Luquinhas? Se tiver, me manda! Bj

      Excluir
    2. Aprender e colocar em prática o que a vida ensina é poder moldar os sentimentos, não pelo que queremos que seja, mas pelo que é necessário ser, ou aceitar ter sido. Não é fácil. Nada complexo ou profundo é fácil. Mas somos capazes de faze-lo. Beijosssssssss

      Excluir
    3. Comecei a montar um face. Não tive tempo de termina-lo. Deveras, se o terminar, tu saberás, certamente. Beijosssssssss

      Excluir
  9. Obrigadaaaa pelo comentário no meu blog, volte sempre. Adorei o blog.

    Blogbeijoooos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Volto. Grato. É que não tens postado. Sê bem vinda aqui. Beijosssssssssss

      Excluir
  10. Boa tarde, Lucas!

    Excelente reflexão! E digo, aceitei tantas coisas sem entender, enfim, é também crescimento, penso!

    Beijão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom receber-te por aqui. Saudades de teus poemas. Deves estar tão atarefada quanto eu. Sim, aceitamos porque não aceitar também não nos dirige a lugar algum. Melhor é aceitar e tentar buscar alento no que foi belo. Saudades. Beijossssssss

      Excluir

A princípio, responderei a seu comentário, pois considero isso uma parte muito agradável da postagem.