Ganhei de todo mundo na geneiedade.

sábado, 14 de novembro de 2015

De pé!







Se não queres que um fracassado habite dentro de ti, hás de encontrar nas dores, dificuldades e ásperas veredas da vida não motivos para desesperar-te ou manter-te prostrado, mas para desafiar-te a te colocares de pé, e tirares, do fundo de tua alma, o teu melhor!
Ll

8 comentários:

  1. Ás vezes a "volta por cima" deve ser por baixo. Mas deve ser "volta", deve ser completa, mesmo que seja por baixo. Todos passamos por noites escuras, por vales difíceis, o que nos diferencia é como enfrentamos. É preciso passar pelo vale se quiser alcançar o topo da montanha, é preciso suportar a noite pra se ver o amanhecer. Se me permite um pouco de minhas palavras junto ás suas: "hás de encontrar (...) motivos para(...)desafiar-te" a abrir os olhos mesmo que na escuridão e "te colocares de pé" para caminhar até o topo e ver o sol nascer. Coragem.
    Um grande abraço Lucas! E como sempre, me encanto com o que escreves.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bárbara, fiquei realmente admirado com sua fantástica leitura de minha pastagem, e con seu complemento extraordinário! Não está, deveras, em questão, como ou por onde se há de dar a volta. E daí, se for por baixo?! E daí se for chorando?! Importa é abrir os olhos e subir a face escura da montanha, até ver o sol nascer. Será isto ou ser um derrotado! Serei morto, mas não serei derrotado. Ser derrotado é a pior das mortes, é a morte em vida.
      Penso que alcançamos um estado de entendimento em que eu posso dizer: amiga querida, tu lês minha alma. Abraçosssssssssss

      Excluir
    2. Ler a alma de outra pessoa é, para mim, a forma mais pura de conhecimento que pode haver, pois transcende ao que os olhos vêem, e alcança o que é íntimo, o que é verdadeiro, sem adornos ou maquiagem.
      Transbordo em alegria por saber que alcançamos tal estado de entendimento, é tão belo que em pouco tempo saibamos (porque tu também sabes ler a minha) ler um ao outro.
      Um grande abraço, amigo querido!

      Excluir
    3. Concordo plenamente contigo: quando, por alguma razão, seja empatia, identificação de princípios, afinidade instantânea, respeito, admiração... enfim, duas ou mais pessoas se 'desarmam', o relacionamento flui como um riacho, é como se elas se conhecessem há muitos anos. Não há maquiagens, como disseste tão bem. É uma sensação única.
      Transbordo da mesma alegria. Usaste um de meus verbos preferidos. Pouca coisa no mundo é tão bela quanto 'transbordar'. Tens esse dom raro. Transbordas o que é bom.
      Abraçosssssssssss miguxinha

      Excluir
  2. Todos os dias procuro ser uma pessoa melhor!!

    bjokas com carinho =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Bell, todos os dias, a cada dia! O fracassado só pensa em ser o mesmo ou o que der para ser, ou não ser, ou ser o que outros queiram... tanto faz, para eles. Mas, para quem quer viver, a busca é sempre de um hoje melhor que ontem. Alguns dias a tentativa vai se mostrar infrutífera... E daí?! Levantamo-nos, semeamos novamente, seja sorrindo ou ainda que seja caminhando e chorando. Mas, se perseverarmos, um dia alcançaremos!
      Também tento ser melhor a cada dia!
      Beijossssssssss

      Excluir
  3. Antes de sermos o que pensamos ser somos o que somos, no mais íntimo. Se nosso pensamento mais superficial em relação ao todo que somos nos diz para parar, para cair e se dar por vencido, então por que não silenciamos essas vozes e olhamos de fato para o que procede de dentro? De lá é que procede a força, a coragem, a vontade de permanecer ainda que tudo caia dos lados direito e do esquerdo. Não é justo que eu não lembre especialmente da relação de Deus com o homem em casos delicados como quando estamos num abismo, por exemplo, obviamente porque Deus vai mais fundo, onde nem nós mesmos podemos ir, e se a relação profunda é de Deus com o homem e do homem com Deus, de que servem as outras vozes, mesmo que as tentadoras que sugerem que a melhor saída é a derrota - às vezes sem saber do que se trata - que não cooperam em nada? Talvez ser derrotado ou não seja questão de disposição.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tens razão, ser derrotado ou não é pura questão de disposição. E se assim é, por que não procurar ouvir a voz de Deus? Por que não nos colocarmos de pé? Não será facil. Nunca é. Mas será tremendamente compensador ou consolador! Beijosssssssss

      Excluir

A princípio, responderei a seu comentário, pois considero isso uma parte muito agradável da postagem.