Ganhei de todo mundo na geneiedade.

domingo, 22 de novembro de 2015

Remédio.







Só há um remédio para uma consciência que se esqueceu do caminho da verdade: é a vida dar-lhe uma rasteira tão bem dada e ela tomar um tombo tão grande que venha a cair não apenas no chão comum para onde todos os tombos levam... - mas, em si!
Lcc

16 comentários:

  1. Exato! Cair em si! E na consciência sobre os próprios atos e sobre para onde eles possam levar. Penso exatamente assim. Se alguém desvia do caminho seguro, por exemplo, para experimentar como seria a "segurança" de outro, e estando neste a ponto de esquecer a 'segurança bem segura' do caminho primeiro merece mais é cair na realidade, mesmo que para isso tenha que levar tombos até acordar para a vida. Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O tombo faz parte do universo dos descuidados e dos exageradamente confiantes. É a forma que a vida encontra de nos dar a chance de sermos melhores. Beijossssssss

      Excluir
  2. Estás mais que certo em tua reflexão!
    Minha avó costumava dizer em suas palavras simples: "deixa, que quando ele der de cara no chão ai conserta". A consciência que se esquece da verdade e desvia o seu caminho, ferindo aos princípios do que é bom, costuma ter os olhos vendados, ou simplesmente fechados por vontade própria, e esta, só a vida com suas rasteiras e tombos pra fazer cair em si.
    Um terno abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tua avó tem palavras sábias escondidas na simplicidade do seu dizer. Minha avó diz: 'a cabeça não pensa, o corpo padece'!
      Tens razão, algumas consciências estão vendadas os exageradamente altivas para perceber armadilhas do caminho. Só mesmo lições severas de humildade poderão trazer tais pessoas à sensibilidade de que se perderam.
      Abraçosssssssssss, miguxinha

      Excluir
  3. Lucas querido,

    quero agradecer o carinho de sempre que você deixa no meu cantinho.
    Acho que nem todo mundo anda usando a consciência,pois tem gente que mesmo errando e caindo não reconhece seus erros.
    Um lindo dia pra vc =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tens que agradecer! É sempre tão bom comentar-te!
      Eu diria que bem pouca gente anda usando a consciência, porque o mundo que enxergo, em geral, é torto, descalibrado, desproporcional. desajustado, despropositado e raso moral e eticamente... Então, algo está acontecendo com um bom número de pessoas. Entre elas, as que, mesmo caindo, acredita ser o chão (ou a lama onde caiu) o lugar natural dos seres humanos.
      Contudo, percebemos também um número de pessoas que ainda busca os pensamentos elevados, as atitudes nobres; e estas, quando caem, têm a dignidade de cair em si e confessar: 'errei'!
      Beijossssssssss

      Excluir
  4. E é a maior queda! Mas muito elucidativa. hahaha
    Beijo!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rsrsrs Deveras! O chão não é tão duro conosco como nossa consciência, quando funciona! rsrsr É elucidativa, sim! E nos convida a melhorar ou perceber que existe o mais embaixo que o embaixo... rsrsr Beijossssssssss

      Excluir
  5. Cair em si é a queda mais dolorida que temos na vida.
    Porque é difícil assumir alguns erros e falhas, o nosso ego grita alto enquanto nossa consciência grita mais alto ainda.
    Belo poema!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nosso ego, nosso ego!... Sempre nos 'defendendo' das 'injustiças' com que a Justiça nos corrige ou castiga! A luta por cair em si é grande, sim! São tantos artifícios, é tanta gente que pode estar errada antes de estarmos!... Mas, se por um momento nós conseguimos avaliar as perdas e os ganhos de melhorar, cair em si acaba sendo uma queda dura da qual nos recuperamos surpreendentemente rápido! Alguns remédios são ruins... - mas curam! Grato! Beijosssssssss

      Excluir
  6. Uma consciência adormecida pelos erros cedo ou tarde precisa ser acordada, e para isso, nao existe nenhum despertador melhor que a Vida. Aliás, a própria palavra "desperta - dor" já traz em si a essência de uma pedagogia que, particularmente, penso refletir a Sabedoria Divina que rege o universo dentro e fora de nós. Linda e profunda reflexão, Lucas! Acho o máximo teu jeito de escrever pequenas verdades em tão poucas palavras. Parabéns!

    Beijooos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! Às vezes a consciência fica adormecida ou cega! Mas, amei o uso da 'adormecida', porque cair no chão duro da vida é um grande despertador para cair-se em si. Também gostei do interessante recurso que usaste para a composição do termo despertador. Nesse caso particular, dor vem bem a calhar como sufixo a se lembrado e temido.
      Malu, sou-te muitíssimo grato por sempre teres tanto carinho comigo. Sabe que é recíproco! Quem dera, um dia eu chegasse a ser um frasista de fato... Sou apenas projeto de pensador... rs Mas agradeço-te, do coração!
      Beijosssssssssss

      Excluir
  7. Muito bem dito! Algumas pessoas precisam mesmo cair na real e entender que o mundo não gira em torno de suas cabeças!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cair no chão, na real, em si, cair de cara... - será sempre bom para entender que, deveras, o mundo não gira em torno de si, que as pessoas não são suas cobaias e a vida muitas vezes manda a granada de volta! Achei interessante demais esse acontecido em determinado filme: alguém mandou uma granada para matar o adversário, mas deu tempo desse adversário pega-la e joga-la de volta... - e aí já não havia tempo para mais nada! Temos que pensar nisto!
      Beijosssssssssss Rose

      Excluir
  8. A partir de que nos desviamos e nos esquecemos do caminho da verdade, tudo tende para a dor. Causaremos e/ou sofreremos dor, porque somente a verdade liberta. Então, a vida, penso que até mesmo por um favor que nos presta, derruba-nos no duro chão da estrada, para que tornemos à realidade e humanidade. Como dói! É vero! rs Mas, vale!
    Beijosssssssssssss Mary

    ResponderExcluir

A princípio, responderei a seu comentário, pois considero isso uma parte muito agradável da postagem.