Caraca eu estou gostando de uma garota! Não sei o que faço com as outras seis.

sábado, 4 de março de 2017

Bullying ou sei lá.


















O cara nunca tinha feito bullying com ninguém, era um cara tipo da paz, de boa com todos, mas ele era exigente para namorar, porque namorar a gente só namora com quem quer .
Aí, tinha uma menina loirinha com os cabelo tudo ouriçado, magricelinha até umas hora, que vivia querendo dar um pedaço de lanche, de doce, de tudo para ele. Vivia querendo conversar com o cara todo o tempo. Os colega zoavam direto, diziam a Camila está na sua aba, cara, dá umas bejocas nessa loirinha magrinha aí rapaiz.
Não dava não, sem bullying, sem preconceito, sem esnobação, sem nada. Mas já não chega tudo desandado para o gosto do cara, ela ainda usava uns oclões maior que o rosto dela, parecia sei lá... Menina de óclos era o fim! Não rolou, sem jeito.
Mas um dia, o cara com dezesseis anos,  numa prova para o vestibular e aí num corredor ele deu de cara com um avião daqueles que passa e despenteia todos os seus pensamentos e deixa um vácuo para trás. De óculos. Loira. Escultural. Decotadézima. Numa palavra: Malvada! Notra palavra: Pervelsa!
Ele falou papagaio, cabou minha prova aqui não tem como eu acertar dois mais dois nesse troço, estou desestabilizado, preciso de uma aspirina, essa loira me destruiu.
Olha como é a vida, nesse mesmo momento ela olhou para ele e de repente pareceu que tinha visto um tação de banana split, abriu um sorriso de o cara ter uma convulsão e falou com a voz mais linda e mais meiga do mundo: Oi! Não, ela não falou oi ela falou ooooooi! Ele pensou papagaio, a Camila! Virges! Ela colocou airbag!
Tem cara que nasceu virado para a lua dez vezes. O cara lembrou justamente nesse momento que tinha sido muito injusto com ela na infância, e acabou se prometendo que ia fazer de tudo para recuperar aquele mal entendido. Ela abraçou ele macio (imagina!), e disse no ouvido dele como eu te procurei garoto...
Ele pensou achou, loirinha, achou, achou...


6 comentários:

  1. Que legal! Lindo e feliz final! abraços,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra você ver que cada pessoa vê a coisa de um ângulo a Camila me deu uma ajuda numa prova de português que eu sou razoável. Tudo bem, eu considerei um favor. E aí eu dei ajuda para ela em matemática que eu podia ensinar einstein. Por causa dessa ajuda, ela nunca mais me esqueceu e eu não sabia as vezes esse negócio de paixão vem do nada para uns e é tudo para outros, mas ela é uma das mulheres mais lindas que eu já namorei, eu cheguei a balançar para ficar mais de um ano com ela, mas um ano representa para mim o número 12 no mínimo e não o número 1 mesmo que ela é, como vou dizer esse negócio... enlouquecedora. Valeu, um abraço

      Excluir
  2. Estou me divertindo com as histórias que estão sendo contadas por aqui. Muito legal! Ótimo domingo para você. Beijinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu me diverti quando aconteceram essas coisas que eu vou escrevendo e eu não mudo quase nada do que aconteceu então é legal você se divertir também e saber que tudo terminou legal não sei se você sabe eu chamo a Camila de palitinho até hoje mas ela é um palitão. Poxa, vou ligar para ela. Valeu, beijo, um domingo legal para você

      Excluir
  3. Lucas

    Você tira gargalhadas de mim tanto aqui como nos seus comentários no meu blog rs..

    A vida é assim um dia você esnoba e pá se surpreende.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OLha só Bell, eu vou ficar um mês voltando aqui só para ler esse comentário. Poxa, muito legal mesmo isso. Agora, eu tiro gargalhada por puro acaso, porque meus comentários são muito inocentes. Agora você acertou, a gente não tem que esnobar que acontece justo esse ppa que você falou, no caso da Camila foi uma pá mesmo, porque ela me deu uma pazada nos corneos que eu perdi o vestibular. Acontece. Fala a verdade que gatíssima lindíssima do jeito que você é você distribui pazada pra todo lado, não é ou não é? Beijo

      Excluir

A princípio, responderei a seu comentário, pois considero isso uma parte muito agradável da postagem.